segunda-feira, 15 de julho de 2013

A viagem

Então um mês se passou e não foi possível alimentar o blog, foram férias totais de verdade, aproveitando pra fazer nada, apenas viajar, comer, conhecer e reconhecer lugares e pessoas. Foi muito bom, viagem quase perfeita, porque sempre tem algo pra tornar a coisa real, portanto imperfeita.
Mas no compto geral foi ótimo! Ainda sob efeito de fuso horário e retornando a realidade aos poucos volto aqui pra partilhar a experiência.
A ida em vôo noturno é o ideal com um bebê, ele dormiu bem e acordou bem disposto apesar do pouco tempo de sono, logo logo entrou no ritmo do fuso e já aceitou almoçar no horario novo em Madrid.
Aí entra uma ótima dica, se for ficar mais de 4h esperando pelo vôo em Madrid vale a pena dar uma voltinha na cidade, o metrô sai de um terminal do aeroporto e por 8 euros e pouco se pode comprar um bilhete para o dia inteiro, o que sai mais barato que comprar uma ida e volta e ainda dá pra descer em alguns lugares e voltar ao metrô quantas vezes quiser. Dica dois, é não ficar na fila pra comprar esse bilhete do metrô e comprar direto nas máquinas ao lado da moça que vende os bilhetes.
Usamos o vermelhinho.

Passamos pelo estádio do Real Madrid e depois fomos ao centro onde encontramos o Museo del Jamon, bom e barato, preço justo e o dia estava muito agradável valeu a pena a voltinha pra passar o tempo e pegar a conexão pra Itália.

O povo espanhol me surpreendeu pela educação, os aduaneiros espanhóis dão uma má impressão do povo que é muito gentil, sempre oferecendo lugar para sentar com o bebê e disposto a dar informação da melhor maneira possível.
Chegando na Italia, primeiro percalço da viagem uma mala não chegou, mas foi localizada e no dia seguinte tudo ok.
Mais sobre a Itália, ou melhor Torino no próximo post.

obs: esse não é um publieditorial, gostei do lugar e achei por acaso e compartilho só porque valeu a pena mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...