terça-feira, 26 de novembro de 2013

Receita do domingo: pasta de rúcula com pesto cremoso de rúcula e salmão

Tem bastaaaaante tempo que não posto receitas, não por conta de uma cozinha parada, muito pelo contrário, mas por falta de tempo mesmo. Já disse que admiro a galera que bloga receita com frequencia incluindo fotos do passo a passo, mas com filhotinho é bem mais complexo.
Só que esse domingo foi A receita! Semana passada também roulou um viola à belle menière que eu vou compartilhar um dia desses, mas pasta feita em casa aberta com cilindro que ganhei de aniversário não tem melhor, caseiro é tuuuudo dibão e ainda sabemos o que tem dentro.
Nas férias quando fomos à Itália fomos em um restaurante divino em Turim e meu marido pediu esse prato e nosso filho com 15 meses caiu dentro e ignorou seu prato kids (pasta com tomates não é tao incrível quanto rúcula minha gente). Mas antes da receita uma historinha pra contar o que me motivou.
Quando me casei ganhei de presente uma máquina de pão, porém como ela veio da França tem voltagem 220 e no Rio de Janeiro é 110, sendo assim comprei uma tomada quadrada que se dizia transformador, resultado: antes mesmo de começar a sovar a massa o treco começou a sair fumaça, desesperei arrancamos aquilo de lá e terminei o pão na mão mesmo e no forno convencional. Fiquei meio jururu, mas meu pai disse que faria uma tomada 220, eu engravidei, pari meu filho 40semanas depois ele fez 7 meses eu mudei de casa... já fez 1 ano que me mudei de casa e não tinha a tomada 220. Até que visitando uma amiga que chegou recentemente da França descobri um verdadeiro transformador e paguei 88 reais muito bem pagos pra usar minha maquina de pão. Desde então aqui virou uma padaria já fizemos pão de cebola, petits pain, pain au lait, pão integral de iogurte e maravilhosas brioches. Mas tem um adendo que é o que faz parte dessa receita. A máquina além de fazer tudo em matéria de pão: misturar, sovar, fermentar e assar ela diz ter programas para bolo, geléias, massa de pizza e massa de macarrão. Eu que fazia minhas pastas no processador resolvi testar e foi bem legal. Mas se você não tiver máquina de pão com tantas firulas pode fazer no processador ou no muque mesmo. Vamos a receitinha e as adaptações.

Massa:
3ovos
125ml de água
1/2 kg de farinha de trigo
100gr de rúcula bem picadinha
1/2 colher de café de sal

Misturar tudo até virar uma bola. Se os ovos forem grandes use apenas 100ml de água. Se a quantidade de farinha indicada não der o ponto coloque mais. Eu usei ovos grandes e a quantidade de agua da receita acabei tendo que botar mais farinha. Abri no cilindro corte retângulos e apertei no meio pra fazer farfales ou gravatinhas, lacinhos, como quiserem como deu uma quandidade boa abri uns retangulozões e congelei pra fazer uma lasanha de massa verde depois. #ficaadica

Molho

Rucula (meio maço, acho que deu 100gr)
50ml azeite
100 gr creme de leite
2 dentes de alho
1 punhado de amendoas e parmesão a gosto
2 postas de salmão

Dividir a rúcula em 2 partes e colocar numa frigideira com agua para cozinhar no liquidificador coloca alho, amendoas (eu usei as amendoas espremidas de um leite de amendoas que fiz), azeite, creme de leite, e a rúcula crua e cozida, coloco uma pitada generosa de parmesão e reservo o resto pra servir. Bater tudo no liquidificador e despejar sobre a massa cozida envolvendo ela no molho. Grelhar o salmão e desfiá-lo eliminando todas as espinhas acrescentar a massa e ao molho. comer bem quentinho com bastante queijo por cima!

Não deu tempo nem de fazer uma foto, mas achei uma parecida sendo que o farfale feito em casa não saem todos iguaizinho.
google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...