Pular para o conteúdo principal

Receita do domingo: pasta de rúcula com pesto cremoso de rúcula e salmão

Tem bastaaaaante tempo que não posto receitas, não por conta de uma cozinha parada, muito pelo contrário, mas por falta de tempo mesmo. Já disse que admiro a galera que bloga receita com frequencia incluindo fotos do passo a passo, mas com filhotinho é bem mais complexo.
Só que esse domingo foi A receita! Semana passada também roulou um viola à belle menière que eu vou compartilhar um dia desses, mas pasta feita em casa aberta com cilindro que ganhei de aniversário não tem melhor, caseiro é tuuuudo dibão e ainda sabemos o que tem dentro.
Nas férias quando fomos à Itália fomos em um restaurante divino em Turim e meu marido pediu esse prato e nosso filho com 15 meses caiu dentro e ignorou seu prato kids (pasta com tomates não é tao incrível quanto rúcula minha gente). Mas antes da receita uma historinha pra contar o que me motivou.
Quando me casei ganhei de presente uma máquina de pão, porém como ela veio da França tem voltagem 220 e no Rio de Janeiro é 110, sendo assim comprei uma tomada quadrada que se dizia transformador, resultado: antes mesmo de começar a sovar a massa o treco começou a sair fumaça, desesperei arrancamos aquilo de lá e terminei o pão na mão mesmo e no forno convencional. Fiquei meio jururu, mas meu pai disse que faria uma tomada 220, eu engravidei, pari meu filho 40semanas depois ele fez 7 meses eu mudei de casa... já fez 1 ano que me mudei de casa e não tinha a tomada 220. Até que visitando uma amiga que chegou recentemente da França descobri um verdadeiro transformador e paguei 88 reais muito bem pagos pra usar minha maquina de pão. Desde então aqui virou uma padaria já fizemos pão de cebola, petits pain, pain au lait, pão integral de iogurte e maravilhosas brioches. Mas tem um adendo que é o que faz parte dessa receita. A máquina além de fazer tudo em matéria de pão: misturar, sovar, fermentar e assar ela diz ter programas para bolo, geléias, massa de pizza e massa de macarrão. Eu que fazia minhas pastas no processador resolvi testar e foi bem legal. Mas se você não tiver máquina de pão com tantas firulas pode fazer no processador ou no muque mesmo. Vamos a receitinha e as adaptações.

Massa:
3ovos
125ml de água
1/2 kg de farinha de trigo
100gr de rúcula bem picadinha
1/2 colher de café de sal

Misturar tudo até virar uma bola. Se os ovos forem grandes use apenas 100ml de água. Se a quantidade de farinha indicada não der o ponto coloque mais. Eu usei ovos grandes e a quantidade de agua da receita acabei tendo que botar mais farinha. Abri no cilindro corte retângulos e apertei no meio pra fazer farfales ou gravatinhas, lacinhos, como quiserem como deu uma quandidade boa abri uns retangulozões e congelei pra fazer uma lasanha de massa verde depois. #ficaadica

Molho

Rucula (meio maço, acho que deu 100gr)
50ml azeite
100 gr creme de leite
2 dentes de alho
1 punhado de amendoas e parmesão a gosto
2 postas de salmão

Dividir a rúcula em 2 partes e colocar numa frigideira com agua para cozinhar no liquidificador coloca alho, amendoas (eu usei as amendoas espremidas de um leite de amendoas que fiz), azeite, creme de leite, e a rúcula crua e cozida, coloco uma pitada generosa de parmesão e reservo o resto pra servir. Bater tudo no liquidificador e despejar sobre a massa cozida envolvendo ela no molho. Grelhar o salmão e desfiá-lo eliminando todas as espinhas acrescentar a massa e ao molho. comer bem quentinho com bastante queijo por cima!

Não deu tempo nem de fazer uma foto, mas achei uma parecida sendo que o farfale feito em casa não saem todos iguaizinho.
google

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Das perguntas: Papel higiênico, no vaso ou no lixo?

Eu vivo me fazendo perguntas e nem sempre tenho as respostas, essa pode parecer inusitada, mas sim, já pensei nisso e me surpreendi com o que descobri. Aqui no Brasil todo banheiro que se preze tem lixeira e muitos banheiros públicos tem a seguinte placa:
Em portugal encontrei a versão lusitana da coisa e acho que herdamos esse hábito deles, acho, porque não tenho a menor certeza.
Quando morei fora percebi a inexistência da nossa companheira lixeira, e vi que o papel era descartado no vaso sem o menor problema. Tenho por hábito seguir os hábitos e assim fazia, até porque fora da minha casa não havia essa opção, mas quando voltei continuei usando a lixeira nossa de casa dia. Tudo muito bom e muito bem até eu me casar com um "gringo" e ele me perguntou porque não colocávamos os papéis no vaso, de pronto mais que automatico e mecanicamente respondi: "Oras, porque entope!" Pouco depois pensei, mas na França não entopia... Será mesmo que entope? Ou fomos ensinados a usar is…

Aniversário de 1 ano diferente

Voltando ao assunto alegre do mês, que foi o niver do filhote, vou postar aqui algumas coisas referentes à comemoração, me recuso a dalar sobre Feliciano e as loucuras desse país, vou falar de coisa alegre.
Sou meio avessas as regras e as normalidades, o que as vezes não preenche as expectativas alheias, mas também não me preocupo com o que vao pensar falar etc e tal. Portanto, acredito que o primeiro aniversário nada mais é do que a comemoraçao dos pais pelo nascimento do filho, e no nosso caso meu filho e nós (papais babões) merecemos até mais que um dia de comemoraçao, pois o esperamos ansiosos por três dias como eu relatei aqui.


Na verdade os meus planos iniciais não foram completamente concretizados por interferencias da natureza porque choveu um pouco, da vô e tia. Mas em se tratando de um churrasco foi dificil ser sustentável, na medida do possivel separamos latinhas de cerveja e pets para o descarte e fizemos o docinho com copinho comestivel que sera a receita do pr…

Cardápio semanal, uma mão na roda no dia a dia

Estou sempre querendo escrever, mas tempo é coisa escassa, entre filho, trabalho e trabalho de casa, fica difícil. Mas depois que me mudei pra uma casa menor, com uma geladeira menor, resolvi fazer algo que sempre quis e que achava que me daria tempo que é o cardápio semanal. Quem nunca ficou olhando os armários e a geladeira com aquela interrogação na cabeça do que fazer pra comer. Quem nunca fica sem ideia do que cozinhar? Quem nunca sente aquela preguiça na hora que vem a pergunta: o que vamos comer? Sem contar quando você pensa em fazer um prato mas só tem alguns dos ingredientes... O cardápio semanal pra começar foi difícil, mas consegui!  O que eu fiz?  Primeiro abri um arquivo, porque nao sei mais escrever no papel, mas pode ser num papel e comecei um brainstorming ia escrevendo todos os pratos que gostamos, os que cozinhamos com certa frequência, aquele que a gente sempre esquece mas que quando faz é um sucesso, os pratos do dia a dia, os pratos que são únicos e dispensam acompa…